Comandante Nobre

Como funciona um helicóptero?

Você sabe como funciona um helicóptero?

Desde a sua criação, os helicópteros têm chamado atenção despertando interesse e admiração por todos, atualmente este tipo de aeronave se popularizou como a mais versátil e com a maior utilização no mundo. Pode-se dizer que o primeiro modelo foi desenhado por Leonardo da Vinci a cerca de 528 anos atrás, de lá para cá muitos modelos e muitos protótipos foram criados até chegarem no que conhecemos hoje.

Com tantos projetos e tantos estudos, podemos imaginar o quanto um helicóptero é complexo, a combinação da física com sua estrutura mecânica funcionam em perfeita harmonia para gerar bons voos e para alguns, proporcionando belíssimos passeios panorâmicos. 

Mas afinal, você sabe como funciona um helicóptero? Como esta grande aeronave sai do chão e que ao contrário dos aviões, pode pairar no ar, fazer manobras e andar de ré? É isso que iremos descobrir hoje, vamos aprender alguns conceitos interessantes que envolvem toda a funcionalidade de um helicóptero.

A aeronave mais utilizada e mais versátil do mundo

Se compararmos os helicópteros de hoje com o primeiro modelo criado na história, podemos perceber uma grande diferença, desde o seu formato até sua funcionalidade, mas não podemos anular este marco histórico criado por Leonardo da Vinci a séculos atrás, afinal é a partir dele que começou a jornada em busca da aeronave mais versátil.

Com o avanço da tecnologia e das inovações em design, hoje podemos considerar os helicópteros as aeronaves mais seguras e confiáveis

Outra característica da versatilidade de um helicóptero é em decorrência da sua facilidade em se adequar a diversos ambientes, por exemplo, ao contrário dos aviões, o helicóptero pode pousar e decolar em áreas congestionadas ou isoladas. Outro ponto a ser considerado é a possibilidade de um helicóptero pairar no ar por longos períodos, sendo um dos principais benefícios para repórteres, além da sua decolagem e aterrissagem vertical, manobras que outras aeronaves não são capazes de fazer.

Helicóptero podem pousar em quase todos os terrenos
Helicóptero realizando pouso

Com tantas possibilidades não é difícil entender porque o helicóptero se tornou uma aeronave tão popular e utilizada. É possível notar a sua presença em diversas ações militares e civis, confira: transporte de tropas, apoio a infantarias, combate a incêndios de grandes proporções, resgates, como pudemos acompanhar o trabalho dos bombeiros em Brumadinho no ano de 2019, operações em navios e equipes entre plataformas petrolíferas, evacuações emergenciais, polícia, segurança civil, viagens de trabalho, viagens a passeio, voos panorâmicos, passeios aéreos, entre tantas outras opções de uso para esta aeronave.

Leia também: 7 Curiosidades sobre helicópteros

Como funciona um helicóptero?

Entender como um helicóptero funciona requer um estudo profundo e complexo, envolvendo desde questões da física, como a Terceira Lei de Newton, também conhecida como ação e reação até toda a sua estrutura mecânica.

Mas, nossa intenção não é dar uma aula e sim ensinar alguns conceitos simples e básicos para que todos possam ter conhecimento de como um helicóptero funciona. 

Algumas pessoas chamam o helicóptero de avião com asas móveis, enquanto os aviões que encontramos nos aeroportos convencionais são chamados de aeronaves de asa fixa. Esse nome dado ao helicóptero é em decorrência da sua estrutura composta pelas hélices (que recebem o nome técnico de rotor).

Para que um helicóptero consiga fazer algumas manobras como pairar no ar e andar de ré, é preciso que toda a sua estrutura esteja em conformidade. Seguindo a ação natural, a tendência é que o impulso executado pela rotação das hélices (movimento que recebe o nome técnico de torque), faça a aeronave rodopiar, para que este desastre não aconteça, existe uma segunda hélice que gira em pé, este segundo apoio produz uma força lateral que equilibra o rotor da cauda deixando toda a estrutura do helicóptero estável enquanto as hélices giram. 

Entenda o funcionamento do helicópotero
Descobrindo como o helicóptero consegue voar e realizar manobras.

Então, quando a hélice principal começa a girar, a fuselagem gira na mesma intensidade, mas em sentido oposto, essa força de movimento é o que chamamos de torque. 

Igor Sikorsky, um dos maiores nomes na criação dos helicópteros instalou em um dos seus modelos uma hélice na cauda da aeronave que permitia um controle direcional a mais. Essa hélice da cauda se assemelha à hélice principal, porém com a diferença que ela pode ser inclinada. Essa invenção foi extremamente significativa para a evolução dos helicópteros, com essa hélice extra localizada na cauda, é possível evitar que o torque comprometa o voo da aeronave, sendo assim o piloto possui mais controle e firmeza quando precisar fazer movimentos de emergência.

Agora que entendemos um pouco sobre a composição e o que faz o helicóptero ficar estável, vamos entender algumas estruturas que também são extremamente importantes.

Como funcionam as hélices do helicóptero?

Para aprendermos como funcionam as hélices de um helicóptero precisamos primeiramente conhecer a sua estrutura.

As pás, estruturas que compõem as hélices não são retas, sua parte superior é curvada, semelhante à estrutura da asa de um avião, este perfil curvo também é conhecido como perfil aéreo. O motivo para esta estrutura ser assim é para reduzir a pressão do ar nessa região quando a hélice começa a girar e o ar movimenta a sua parte superior.

Entendendo o funcionamento das hélices do helicóptero
Descubra como funciona o rotor do helicóptero.

Cada lâmina gira sobre uma estrutura chamada dobradiça emplumada, para reduzir impactos e tornar as lâminas giratórias existe uma outra estrutura chamada de links verticais, eles são responsáveis por empurrar as lâminas para cima e para baixo.

Já a estrutura responsável por fazer girar todo o conjunto de lâminas é chamado de mastro do rotor, esse eixo central é conectado diretamente no motor pela transmissão.

Então, quando as hélices começam a girar rapidamente o ar começa a interagir com elas exercendo uma pressão maior na parte de baixo, como se estivesse “empurrando” a aeronave para cima, é a partir deste efeito que o helicóptero toma força para voar. 

Controles básicos para um helicóptero funcionar

Como já dissemos acima, os helicópteros possuem capacidade para realizar alguns movimentos que os aviões de asa fixa não podem fazer, mas para isso ser possível o piloto precisa realizar três comandos principais. Confira:

Controle Coletivo

Se você já andou de helicóptero certamente já viu este comando, o controle coletivo é uma alavanca que fica ao lado da poltrona do piloto, ela pode ser movimentada para cima ou para baixo, esta simples ferramenta é a principal responsável por fazer o helicóptero decolar.

Quando acionado, o controle coletivo altera o ângulo das pás do rotor principal, assim, o piloto poderá decidir se ele precisa que elas criem mais ou menos pressão visto que elas controlam a altitude da aeronave.

Outro comando gerado pelo controle coletivo é relacionado a velocidade, imagine um acelerador de moto, o efeito é o mesmo, o piloto pode controlar a velocidade da hélice principal através deste controle.

Controle Cíclico

Você se lembra dos movimentos que dissemos que um helicóptero pode fazer? Ir para frente, para trás, para esquerda ou para a direta, o responsável por estes comandos é o controle cíclico.

Geralmente ele fica localizado entre as pernas do piloto, para acioná-lo o comandante pode empurrá-lo para a direção que ele deseja ir. 

Controle Cíclico
O Controle Cíclico serve para controlar o direcionamento do helicóptero.

Ele é ativado a partir da inclinação do disco do rotor principal, essa inclinação permite que uma determinada região da hélice seja aliviada pela pressão e o movimento é executado.

Por exemplo: o controle cíclico foi impulsionado para a direita, o lado esquerdo receberá uma pressão maior enquanto o direito é aliviado, dessa forma a aeronave irá para o lado desejado.

Pedais

Eu disse que não iria falar de física, mas neste caso é necessário, seguindo a Terceira Lei de Newton, foi provado que toda ação possui uma reação oposta e de igual intensidade. Sabendo disso quando a hélice do rotor principal começa a girar todo o corpo do helicóptero naturalmente tende a girar no sentido oposto, movimento que chamamos de torque.

Pedais do helicóptero
Sendo assim, o pedal se torna responsável por fazer este controle

Para evitar este movimento de rodopiar o rotor da cauda entra em ação, ele possibilita que o piloto tenha condições adequadas para rotacionar o helicóptero em torno do seu eixo. 

Sendo assim, o pedal se torna responsável por fazer este controle, por exemplo, ao pisar no pedal da esquerda, toda a aeronave se movimenta para a mesma direção, e assim sucessivamente. 

Considerações Finais

Para entendermos completamente como funciona um helicóptero é necessário muito estudo e dedicação a este assunto, hoje procuramos trazer algumas informações básicas que todos tem curiosidade de saber. 

Ficou interessado em realizar um passeio de helicóptero no Rio de Janeiro? Confira os planos de voo do Comandante Nobre (CLIQUE AQUI) para conhecer os planos de voo.

Gostou? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp