Comandante Nobre

Voar de helicóptero dá enjoo?

 

Ver a imagem acima já te deu tontura? Pois saiba que muitas pessoas sentem enjoos por conta de situações que as colocam em um movimento diferente do habitual, como quando viajam de barco, avião, helicóptero ou, até mesmo, dentro de ônibus ou carros. Isso é chamado de cinetose, ou popularmente conhecido como enjoos de movimento.

Para saber se o nosso corpo está em movimento é preciso que o cérebro receba 3 informações, uma vinda da audição, outra da visão e a terceira da propriocepção. Essa última, menos conhecida pelas pessoas de forma geral, é a responsável pela nossa noção de espaço e tempo. Por exemplo, é graças a propriocepção que somos capazes de tocar o nariz ou as orelhas, mesmo de olhos fechados.

Quando o nosso cérebro recebe informações desconexas de um ou mais desses três sistemas é que ocorrem os enjoos. Isso é muito comum quando estamos em um veículo, pois apesar de nosso corpo estar parado (geralmente estamos sentados no banco do carro ou do avião) nós estamos em movimento em relação ao ambiente externo. É exatamente isso que causa uma confusão em nosso cérebro e, por isso, sentimos enjoo.

 

Quem pode ter enjoos em viagens?

De forma geral, todas as pessoas estão sujeitas a passar por esse tipo de desconforto, mas existem alguns fatores de risco que as deixam mais vulneráveis. Por exemplo, mulheres costumam ter mais sensibilidade do que os homens, mas ainda assim alguns homens podem sentir enjoos durante os voos. Outras pessoas que estão no “grupo de risco” são: mulheres grávidas, quem já sofre com labirintite, enxaquecas ou ansiedade e crianças maiores de 2 anos.

Para se ter uma ideia, a maioria das pessoas que sofrem com a cinetose têm crises em viagens de navios, pois costumam ficar mais tempo em pé. Em viagens sentadas, como em carros, ônibus, aviões e helicópteros a incidência é menor. Contudo, sempre há a possibilidade.

 

O que fazer para evitar enjoos no helicóptero?

Apesar de o número de pessoas que sentem enjoos durante os passeios de helicóptero ser pequeno, essa possibilidade existe sim. Se você tem algumas das características que listamos acima, entre em contato com o seu médico e peça a indicação de um medicamento que ajude a prevenir essa sensação.

Existem alguns remédios que podem ser comprados facilmente nas farmácias, mas, como qualquer outro medicamento, é melhor perguntar ao médico qual o melhor para você. Mulheres grávidas devem ter cuidado redobrado e sempre perguntar ao obstetra se pode ou não voar de helicóptero ou avião.

Um dica interessante durante o passeio é tentar enviar pela visão a mesma mensagem que o cérebro irá receber da audição. Para isso, tente olhar para o horizonte e aproveite bem para admirar a paisagem exterior. Olhar para pontos fixos dentro do helicóptero confundirá seu cérebro e causará os enjoos. O mesmo vale para viagens de carro, navio ou avião. Aliás, é exatamente por isso que os pilotos e motoristas não costumam ter problemas com a cinetose.

 

Contate a Comandante Nobre e Agende seu Passeio!

Nós da Comandante Nobre já realizamos o sonho de muitas pessoas de passear de helicóptero pelo Rio de Janeiro. Se você está pensando nisso, entre em contato com a gente agora mesmo, tire todas as suas dúvidas sem compromisso e agende seu passeio.

Gostou? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp