O outono é a estação que se despede do verão e das altas temperaturas. Mas nem por isso o Rio de Janeiro diz tchau para os bons passeios e as melhores coisas da vida.

Durante essa estação, as cores ficam mais bonitas, as árvores mais vermelhas e amarelas, a água do mar mais azul e cristalina. Tudo muda e fica até mais agradável passear pela cidade com a temperatura mais amena, com os termômetros em torno dos 20 graus e um pouquinho mais e as chuvas acontecem com menor frequência.

Como ainda não começaram as férias escolares, as filas são menores e a aglomeração de pessoas quase não existe, o que facilita a visitação aos principais pontos turísticos, como o Cristo Redentor, Pão de Açúcar e muitos outros. Com menos calor, é até mais fácil passear sem precisar procurar os lugares com ar condicionado ou outras formas de se refrescar, mas mesmo assim ainda é bom sentar e tomar uma água de coco.

Com a chegada do frio, a gastronomia fica mais aquecida, o que aumenta a oferta dos restaurantes dos pratos quentes e mais encorpados, como as sopas e outras delícias. E se a programação acontecer no final da estação, ainda dá para ir em alguma festa junina e aproveitar as comidas típicas e a música.

Aproveite para conferir essa parte também.

Agora, se quer programar um roteiro para conhecer alguns pontos da cidade, aí vão algumas sugestões para acrescentar na lista:

Voo panorâmico de helicóptero

O voo de helicóptero tem tudo a ver com a cidade. Aliás, são muito parecidos, ou seja, ficam perfeitos em qualquer estação. Sair do Aeroporto de Jacarepaguá, poder olhar lá de cima vários pontos turísticos com conforto, sendo bem atendido e informado pela equipe do Comandante Nobre e tirar quantas fotos puder, é surpreendentemente incrível. E a outra parte boa é que dá para fazer o passeio pela manhã, a partir das 7hs e, se quiser ver o fantástico pôr-do-sol, o atendimento vai até às 21hs.

Os passeios acontecem com hora marcada e têm duração de 30, 45 e 60 minutos. De dentro da aeronave, é possível ver o Cristo Redentor, a Pedra da Gávea, a Lagoa Rodrigo de Freitas, os Arcos da Lapa, o Museu do Amanhã, o Maracanã e o Engenhão, Forte de Copacabana, Parque Olímpico, entre outros lugares. Sem esquecer das belas praias, que desse ângulo ficam ainda mais maravilhosas, Ipanema, Copacabana, Leblon, Arpoador, Urca e as reservas ambientais Prainha e Grumari.

Para quem estiver na cidade por um motivo mais romântico e especial, ainda pode escolher o passeio exclusivo para Datas Especiais, com duração de 30 minutos e todo programado para a ocasião, com garrafa de espumante Chandon Baby, buquê de flores, fotos profissionais e gravação em câmera GoPro, instalada dentro da aeronave. Uma sugestão interessante, se estiver pensando em um pedido de casamento em maio, por exemplo.

Piqueniques

Os piqueniques são bastante indicados, já que a cidade possui vários locais prontos para sentar a dois ou com a família e curtir a vegetação, a paisagem e ainda ver alguns animais locais, como pássaros e macacos.

Depois de comer, uma dica é dar uma caminhada pelo parque, o Jardim Botânico é uma sugestão que tem muita flora e fauna pra ser vista, muita história para explorar e muito espaço para curtir.

Outros locais são o Parque Lage, a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Aterro do Flamengo, Quinta da Boa Vista, Parque da Cidade, Parque Nacional da Tijuca, Parque Estadual da Pedra Branca, Parque Natural Municipal da Catacumba. O que não falta são parques e áreas verdes.

Andar de bicicleta

Outro passeio que combina em qualquer estação e é até mais agradável durante o outono, é andar de bicicleta pela orla das praias ou escolher um dos mais de 440 quilômetros de ciclovias em toda a cidade.

Ligando Copacabana à Ipanema, a ciclovia João Saldanha. Do Leblon à Gávea, a Rubro-Negra. O contorno da Lagoa Rodrigo de Freitas. A orla da Barra da Tijuca. O Rio Centro, em Jacarepaguá. No Alto da Boa Vista, fica a ciclovia da Floresta da Tijuca. O Estádio do Maracanã tem uma ciclovia. Ao longo da Praia do Grumari e muitos outros lugares com paisagens que vão tirar o fôlego mais rápido que o próprio exercício.

Se não deu para levar a bicicleta dentro da mala, ainda dá para fazer o passeio procurando os pontos de aluguel espalhado pela cidade.

 

Caminhar

Existem alguns lugares onde é proibido o trânsito de bicicletas, e para quem prefere, caminhar também é um sugestão para aproveitar que o sol não incomoda tanto e conhecer alguns pontos da cidade.

A orla das praias é ideal para caminhar tranquilamente e aproveitar as belezas naturais da região. Difícil indicar a melhor, o mais aconselhável é saber quais praias ficam próximas de onde está hospedado e aproveitar o dia. E como as temperaturas no outono ainda são agradáveis, até é possível arriscar um mergulho.

Um lugar muito bonito, com uma bela vista, é a Pista Claudio Coutinho, também conhecida como Caminho do Bem-Te-Vi e Estrada do Costão. Localizada na Praia Vermelha, ao lado do Morro da Urca, dá acesso à trilha para quem quer se aventurar escalando o morro.

Mesmo estando menos quente, ainda é importante passar filtro solar e não se esqueça do repelente.

 

Conhecer museus e igrejas

O clima agradável também é convidativo para conhecer museus e igrejas. Com temas e estilos variados, contam história, levam a pensar, estimulam a criatividade e a espiritualidade, inspiram e proporcionam um ótimo passeio.

A sugestão é o Forte de Copacabana, com o Museu Histórico do Exército, próximo à tradicional Confeitaria Colombo, que oferece um delicioso e variado café da manhã, e a Igreja Nossa Senhora da Candelária, uma das mais famosas do Brasil.

Ainda existem o Mosteiro de São Bento, o Real Gabinete Português, o Palácio do Catete, entre tantos outros. Há muito o que fazer no Rio de Janeiro durante todas as estações. Faça seu roteiro e curta cada momento.