Sabe aquele lugar que não importa a temperatura, ainda dá samba e passeio? Então, o Rio de Janeiro continua lindo mesmo no inverno. E pode ser até muito bom aproveitar os pontos turísticos sem muito calor.

Se o mês reservado para passear no Rio for julho, vale lembrar que é um período de férias escolares, então se você não gosta muito de aglomerações é melhor escolher o passeio certo. Mas quem quer aproveitar a cidade não vai querer fazer isso dentro de um cinema ou shopping, então continue lendo para saber quais os passeios mais incríveis para se fazer nesse período.

 

Voo panorâmico de helicóptero

A opção mais acertada de passeio é primeiro sobrevoar os pontos turísticos. Ver o Cristo Redentor lá de cima em 360°, observar os morros e praias mais famosas de um ângulo praticamente inexplicável. Só quem já foi pode tentar traduzir o que é o Rio de Janeiro visto do alto.

Outra parte boa do passeio é que a equipe do Comandante Nobre oferece um atendimento incrível, informando sobre cada lugar, com total segurança, para o passeio ser aproveitado a cada instante.

E não se preocupe com a temperatura, mesmo com as portas fechadas para evitar o vento, é possível ver todos os lugares. Os passeios têm duração de 30, 45 e 60 minutos, saindo do Aeroporto de Jacarepaguá, e a aeronave sobrevoa, além do Cristo, pontos turísticos como os Estádios do Maracanã e Engenhão, a Lagoa Rodrigo de Freitas, os Museus do Amanhã e de Arte Contemporânea, a Pedra da Gávea, o Jardim Botânico, e muitos outros, conforme o tempo escolhido.

Mais uma vantagem é que os passeios podem ser agendados rapidamente pelo telefone e existe a possibilidade de personalizar o roteiro, desde que haja disponibilidade e segurança. Acesse o site, entre em contato, tire suas dúvidas e se prepare para o melhor passeio carioca em todas as estações do ano.

 

Lagoa Rodrigo de Freitas

A Lagoa possui vários atrativos que também são muito bem vindos nessa época como caminhar, correr ou andar de bicicleta ao redor dela. Existem pontos para alugar bicicletas, triciclos e quadriciclos, ideal para toda a família.

A atração principal são os pedalinhos e a Lagoa é bastante procurada por quem pratica o Stand Up Paddle, porém se a ideia é ficar fora da água, além da pista de corrida, existe pista de skate, quadras esportivas, estações de ginásticas, espaço para piqueniques e o píer, para quem quer apenas relaxar enquanto observa a paisagem.

Próximo também existem parques, espaços para crianças e opções de gastronomia, como o Lagoon.

 

Museu do Amanhã

Um museu de ciências diferente, todo projetado com orientações de sustentabilidade e com exposições que estimulam o pensamento sobre como será a vida nos próximos 50 anos.

Para evitar filas, a administração do Museu recomenda planejar a visita adquirindo os ingressos antecipadamente. O preço é R$ 20 a entrada inteira, ou R$ 10 a meia entrada para alguns beneficiários, com gratuidade para professores e estudantes da rede pública, crianças menores de 5 anos, adultos maiores de 60 e acompanhantes necessários de pessoas com deficiência, entre outros casos informados no site do museu.

 

Pão de Açúcar

Claro que dá para visitar um dos pontos turísticos mais conhecidos do mundo também em dias frios. A vista continua deslumbrante e com o clima mais fresco fica mais agradável fazer o trajeto da Praia Vermelha ao Morro da Urca, parando para olhar tudo do Mirante e aproveitar a infraestrutura e depois seguir para o Morro do Pão de Açúcar, onde a vista é ainda melhor.

Os passeios não param por aí, mesmo no frio ainda é possível ver o lindo pôr-do-sol, aproveitar as praias e uma parte boa é se deliciar nos festivais gastronômicos específicos de inverno oferecidos pelos muitos restaurantes da cidade.

Por isso, não fique triste se o único tempo para conhecer a cidade foi durante os meses frios, porque o Rio de Janeiro recebe de braços abertos também.